Zicas

Zicas.jpg

Zic, zic, zic, zica

Assim se vê a desgraça

Pois melhor nunca fica

Esta imagem que passa

 

A tod’a hora e minuto

Absorvido nesta farsa

Mesmo o ser mais arguto

Confundido não disfarça

 

Na saúde e na doença

Na alegria e na tristeza

Até que a morte fracture

 

O mundo da indiferença

Não pode ter a certeza

De que a certeza dure.

publicado por poetazarolho às 22:33 | link do post | comentar