Visão

Visão.jpg

O meu menino nasceu

Numa cova em Belém

Passado um pouco morreu

Cruxificado mais além

 

Por culpa do rei Herodes

O senhor daqueles dias

Só te calas porque não podes

Dizer o quanto sabias

 

Esta lei universal

Já governa desde então

Sendo pacto milenar

 

Se pensas no que está mal

Tens que mudar de visão

P’ra que não te façam calar.

publicado por poetazarolho às 17:58 | link do post | comentar