Vencedores

Vencedores.jpg

Poesia em movimento

São horizontes de prazer

Não há lugar ao lamento

Em vez disso fui correr

 

De todo o mundo vieram

Até ao Vasco descobridor

Em Lisboa os acolheram

Num ambiente multicolor

 

Desde o mais alto tabuleiro

À Avenida das descobertas

Com o Tejo por companhia

 

Milhares são o primeiro

Pois com mentes abertas

Cada qual ganhou o dia.

publicado por poetazarolho às 21:35 | link do post | comentar