Processos de fusão

Processos de fusão.jpg

Como falará um coração

Cuja cara está ausente

Ou será só uma maldição

Deste que é tempo presente

 

Não seja essa a condição

P’ra banir nenhum da gente

Mesmo sem cara é irmão

Se tem coração que sente

 

Lutemos pela inclusão

Mesmo do mais descrente

Abraçando a todo o mal

 

Num processo de fusão

Entre tudo o que é diferente

Com tudo o que é desigual.

publicado por poetazarolho às 23:27 | link do post | comentar