Lava supostamente

Lava supostamente.jpg

Zarolho não é poeta

O poeta era zarolho

Via muito desse olho

Esse suplente profeta

 

Que a poesia afecta

Se ao verso me tolho

Mas a sabedoria colho

Numa relação directa

 

Assim pensei certo dia

Ao ver brotar a canção

Das entranhas do vulcão

 

Na lava me queimaria

Mas alterei a intenção

Que o verso é suposição.

publicado por poetazarolho às 22:09 | link do post | comentar