Escassez

Escassez.jpg

O siresp em Portugal

Oferece segurança

Sob a batuta estatal

Entram todos na dança

 

Ninguém aqui fica mal

É um país com pujança

Projecção internacional

Onde nunca se descansa

 

Porque o cidadão afinal

Cumpre a sua obrigação

Sendo credor d’esperança

 

Mas a esperança é terminal

Pois o crédito da missão

É escasso em confiança.

publicado por poetazarolho às 21:49 | link do post | comentar