Dissoluções

Dissoluções.jpg

Sozinho no universo

Remando contra a maré

Assim fico mais disperso

E bebo mais um café

 

Estando a mente aberta

O conhecimento fugiu

Cafeína mantem o alerta

Mas a edificação ruiu

 

Dessa água não beberei

Afirmo com convicção

Do universo, nada sei

 

Não procuro a solução

Nem identifico uma lei

Mas sinto a dissolução.

publicado por poetazarolho às 23:33 | link do post | comentar