Carrasqueira

Carrasqueira.jpg

Agora vou dissidir

Deste mundo de loucura

Se assim me permitir

Tempo que ainda perdura

 

Procurar uma cabana

Sem cabo nem ligação

Sei que por vezes abana

Mas não será da explosão

 

Num cantinho sem ruído

Onde batata doce existir

Farei uma salada porreira

 

Parece estar decidido

Só não sei quando partir

Mas será prá Carrasqueira.

publicado por poetazarolho às 21:51 | link do post | comentar