Cagança

Cagança.JPG

Sociedades que criámos

Consumimos à exaustão

Com sucesso ocultámos

A nossa própria missão

 

Perdidos na sociedade

Sem sociedade nenhuma

Exaustos da ambiguidade

Que a sociedade propunha

 

Espezinhando a esperança

Estripando a dignidade …

Perguntas como se avança

 

Nesta feira de vaidade,

Rastejando com cagança

Por falta de verticalidade.

 

publicado por poetazarolho às 22:28 | link do post | comentar