Segunda-feira, 28.08.17

Centralidades

Centralidades.jpg

Maravilha própria do ser

Não suplanta a existência

É bem difícil de entender

Mas tenta tomar consciência

 

Não ganhas forma a correr

Prima tão só p’la insistência

Um dia ela te irá surpreender

Se nunca traíste a essência

 

Faz uma pausa p’ra reflexão

Investe na ancestralidade

Vê a forma nunca terminada

 

Do edifício em construção

Flexível mas com centralidade

Onde a energia é comandada.

publicado por poetazarolho às 20:12 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 23.08.17

Bombas e munições

Bombas e munições.jpg

Bomba atómica não me seduz

Amo as munições tracejantes

A primeira a zero nos reduz

Outras só em rastos flamejantes

 

Arte da guerra a isto conduz

E já nada será como dantes

Pois há muito não se produz

Granada de gases hilariantes

 

Aí punham o pessoal todo a rir

Até fechavam portão da guerra

Por volta da hora de almoço

 

Agora já não se pode sequer sair

Têm que se deitar todos por terra

E esperar que passe o alvoroço.

publicado por poetazarolho às 22:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 16.08.17

Essência

Essência.jpg

Essência não é a guerra

A essência é o amor

Então porquê na terra

Tanta bomba e horror

 

A resposta não encerra

Por si só todo o clamor

Mas já a busca descerra

Algo em ti de inovador

 

Mesmo sendo um guerreiro

Procura caminho verdadeiro

E tudo o que de belo ele traz

 

Põe a humildade primeiro

Não te detenhas no atoleiro

Busca incessantemente a paz.

publicado por poetazarolho às 21:30 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 14.08.17

Assertivo

Assertivo.jpg

Inconsciente a inspiração

Diz o sensei com certeza

Potência virá da expiração

Desenhada com subtileza

 

Rapidez é na preparação

O final exige destreza

P’ra não haver destruição

Do que se quer com beleza

 

E tudo na justa medida

Em função da necessidade

Onde cada um sem vaidade

 

Deve praticar uma vida

Em busca da assertividade

Que anule a animosidade.

publicado por poetazarolho às 06:36 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 02.08.17

Sem vida

Sem vida.jpg

Eu morri ainda em vida

Ao fixar-me na imagem

Mas a mídia a isso obriga

Tal não é a sua voragem

 

O canal nunca desliga

E no ar ele nos mantem

Pode ser o diz que diga

Desde de que pareça bem

 

E eu pareço um sabedor

Ao emitir vasta opinião

Sobre não importa o quê

 

Título deve ser de doutor

Chegar num grande carrão

Atrás de mim chega a TV.

publicado por poetazarolho às 00:26 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Agosto 2017

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
29
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO