Terça-feira, 28.06.16

Brexit

Brexit.jpg

E o brexit aconteceu

Inglaterra p’la borda fora

Tod’o apoio sem demora

Islândia logo agradeceu

 

No final deste europeu

Quando chegar a hora

Não se pode dizer agora

Di-lo-ás tu e di-lo-ei eu

 

É desejo de cada nação

Ver seu team a vencer

Com razão ou coração

 

Mas terá que acontecer

Uma grande selecção

Irá o caneco erguer.

publicado por poetazarolho às 06:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sábado, 25.06.16

Bré bré brexit

Bré bré brexit.jpg

Foi o brexit sim

Mas o céu não caiu

E esse reino enfim

Desta europa saiu

 

É o princípio do fim

Agora que algo ruiu

Revolução de jasmin

Abalo que se sentiu

 

É o mercado abalado

Pelo sismo violento

E a fuga dos milhões

 

Mas o povo revoltado

Serve só d’instrumento

A terceiras intenções.

publicado por poetazarolho às 21:53 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 14.06.16

Descansados

Descansados.jpg

Capitalismo bonzinho

Amigo do proletário

Assim não fica sozinho

Um esqueleto no armário

 

Fica pleno de ossadas

O armário dos milhões

Porque bem esmiuçadas

Não acham contradições

 

Ficamos a trabalhar

Em busca da tal cenoura

Qu’a fome não matará

 

Ficareis a descansar

E tod’a prole vindoura

Quando chegar descansará.

publicado por poetazarolho às 19:49 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Segunda-feira, 13.06.16

O regedor

O regedor.jpg

Marcelo em regedor

Do condado pequenino

Com seu estilo inovador

Ilude qualquer menino

 

Muito melhor é o povo

Às mãos de quem ordena

Se com esse estilo novo

Parece reduzir-lhe a pena

 

Mas a pena é pesada

E o fardo é para a plebe

Que não aprende a lição

 

Vê assim a mão lavada

E o povo nem se apercebe

Com o lavar da outra mão.

publicado por poetazarolho às 23:52 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 08.06.16

As bestas e os bestiais

As bestas e os bestiais.jpg

Somos a ignorada gente

Pelas políticas em vigor

Só interessas realmente

Se contribuis com fulgor

 

E o político instalado

Aguarda a desinstalação

Porque ali mesmo ao lado

Reservam-lhe um cadeirão

 

Para quando o saneamento

Dum sistema castrador

Que nos torna desiguais

 

De palhaço a jumento

De político a administrador

Uns são bestas, outros bestiais.

publicado por poetazarolho às 00:11 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Junho 2016

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
29
30

subscrever feeds

blogs SAPO