Domingo, 26.01.14

Golpada portuguesa

 

O milagre económico

Em Portugal já se deu

Foi golpe astronómico

E o povo é que pereceu

 

Viu a vida andar p’ra trás

Outros a andar p’rá frente

O milagre não foi eficaz

Destruiu a vida da gente

 

A outros trouxe riqueza

E benesses côr de oiro

Para a gente quase nada

 

Sobrou apenas tristeza

Um séquito de mau agoiro

Deu-nos a grande golpada.

publicado por poetazarolho às 19:20 | link do post | comentar
Quarta-feira, 22.01.14

Love troika

 

A canção do bandido

É dinheiro emprestar

A um juro bem f_dido

Pr’a depois vir cobrar

 

O sangue dos incautos

Podem assim degustar

Eis que chegam os arautos

Para o sucesso anunciar

 

Ensinemos essa nação

Austeridade há que lançar

Pr’a voltar ao bom caminho

 

Aprendam pois a lição

Viemos só para ajudar

Diz a troika com carinho.

publicado por poetazarolho às 23:25 | link do post | comentar
Domingo, 19.01.14

Já está a acontecer

 

Da dignidade despojados

Neste tempo sem sentido

Sentimentos esquartejados

Deixam o pensamento ferido

 

Com a alma moribunda

Por força do egoísmo

Esta civilização afunda

Sente-se próximo o abismo

 

Todos os meios se justificam

Para atingir o objectivo

De destruir sem saciedade

 

Os governos personificam

O poder mais destrutivo

Que saqueia a humanidade.

publicado por poetazarolho às 21:11 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 16.01.14

Nova lei

 

Esta Europa tropeçou

Confirmamos o sucesso

Com enorme alegria vou

Em busca do retrocesso

 

Os juros estão a subir

Mas sei que irão baixar

Melhores tempos hão de vir

Piores tempos vão chegar

 

Ouve-se mais um trovão

É a nova lei da tempestade

Que não perfila bonança

 

Mais tempestades seguirão

Bombardeiam a liberdade

Pulverizam a esperança.

publicado por poetazarolho às 23:08 | link do post | comentar
Terça-feira, 14.01.14

Ballon d'or

 

Não existe descrição

Para celebrar Cristiano

Ponham olhos nesta lição

Como futebolista do ano

 

Momento foi de emoção

O comandante é humano

Da plateia veio a ovação

Mesmo ao cair do pano

 

É tempo de saborear

A merecida bola de ouro

Ao seu museu irá parar

 

Mais este belo tesouro

Outros haverá pr’a disputar

Agora é tempo de namoro.

publicado por poetazarolho às 22:42 | link do post | comentar
Domingo, 12.01.14

Sebastianismo

 

Vislumbro no nevoeiro

Um aceno, uma mão

Passa junto ao candeeiro

Reconheço D.Sebastião

 

Volta d’Alcácer Quibir

Para resgatar a nação

Mas para logo desistir

Tal não foi a podridão

 

Que viria a encontrar

Parecia um trampolim

Feito à custa dos pobres

 

Vinham aqui governar

E por artes de espadachim

Partiam pr’a cargos nobres.

publicado por poetazarolho às 20:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 09.01.14

O nosso filme

 

Sim resistir é preciso

E vencer ou perder

O inferno ou o paraíso

Da luta podem nascer

 

Mas não do imobilismo

Causa raíz do problema

Que nos leva do abismo

Para a tela de cinema

 

Com argumento esgotado

Actores dum cinzentismo

Numa teia de cinismo

 

Neste filme enevoado

Foi um êxito a produção

Parabéns à realização.

publicado por poetazarolho às 23:04 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Terça-feira, 07.01.14

Um direito social

 

Havia um direito social

Que um dia foi atacado

Sucumbiu ao vil metal

Nunca mais foi restaurado

 

Este povo passou mal

Viu-se assim abandonado

A corrupção institucional

Tomou conta deste estado

 

Este estado desmembrou-se

Apodreceram-lhe as entranhas

Mas o vil metal acabou-se

 

Aconteceram coisas estranhas

Quem era governante pirou-se

Não mais se ouviram patranhas.

publicado por poetazarolho às 23:34 | link do post | comentar
Sexta-feira, 03.01.14

Idiotas

 

Neste mundo já não

Vou saindo devagar

É tamanha a confusão

Não me peçam pr’a ficar

 

Parece uma contradição

Mas acabo de constatar

Que loucura por vocação

É o que mais está a dar

 

São loucos os governantes

São loucos os governados

E pela loucura cercados

 

Idiotas são representantes

Destes idiotas chapados

Assim bem representados.

publicado por poetazarolho às 00:43 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Favorito

mais sobre mim

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

Janeiro 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
17
18
20
21
23
24
25
27
28
29
30
31

subscrever feeds

blogs SAPO